Cooperação Territorial Europeia

Território espanhol da Cantabria adere à Macro Região RESOE

Um terço da Península Ibérica

A Macro Região do Sudoeste Europeu – RESOE, constituída em 2010 com objetivos de promoção de iniciativas de cooperação transfronteiriça, contará com a adesão da região espanhola, a Cantabria. A integração formal do novo membro decorre numa cerimónia que se realiza a 14 de março, no Campus da Universidade de Vigo.

Inicialmente constituída pelo Norte de Portugal e as regiões espanholas da Galiza e de Castela e Leão, a RESOE conheceu o primeiro alargamento em 2014 com a entrada das regiões do Centro e das Astúrias. Esta Macro Região, pioneira no contexto da cooperação territorial europeia, representa agora cerca de um terço da área da Península Ibérica, num território que abrange 189.000 km2, e tem 12,7 milhões de habitantes (22,3 por cento do total peninsular).

Assumindo a aposta na cooperação territorial europeia para o período 2014-2020, e tirando maior proveito de iniciativas inter-regionais, as grandes prioridades de trabalho da RESOE são os transportes, a competitividade industrial, o turismo, a demografia, a cultura e a investigação e excelência no ensino superior.